Com um cenário cheio de contrastes, a Turquia oferece aos seus visitantes surpresas espetaculares ao longo de seus 814.578 km² de extensão. Situado na fronteira entre a Europa e a Ásia, o país carrega milhares de anos de história em meio a modernos hotéis, restaurantes de primeira categoria e uma incomparável beleza natural.

Istambul é uma das cidades turcas mais famosas e dona de uma das mais importantes heranças culturais do mundo. Rodeada pelo Estreito de Bósforo e pelas praias do Mar Negro, sendo a única cidade do mundo com um pé na Europa e outro na Ásia.

A combinação de influências culturais diversas torna sua paisagem misteriosa, exótica e singular: o horizonte é coroado de minaretes, colunas romanas, basílicas e mesquitas. Tudo isso em ruas repletas de aromas indecifráveis e bazares que se encontram em meio a passagens que mais parecem grandes labirintos.

Sua infraestrutura turística possui ótimos restaurantes com uma enorme variedade gastronômica que inclui desde os pequenos postos de venda de kebab aos restaurantes de cozinha internacional. O kebab é uma opção barata e com boa qualidade, geralmente é feito com pedaços de carne, por vezes intercalados com vegetais, são assados ou grelhados no forno ou na brasa.

Mas a diversão fica por conta dos grandes mercados e bazares que garantem boas compras aos viajantes. No Bazar Coberto de Istambul, existem aproximadamente 4 mil lojas onde se vende tudo, desde sapatos de segunda mão até lojas com diamantes. Os vendedores oferecem produtos típicos da região como os tradicionais tamancos turcos, roupas de odalisca, narguilés, tapetes e peças de artesanato, entre outros itens.

Um dos cartões postais de Istambul é a Mesquita Azul, uma obra suntuosa dedicada a Alá. A visita de não-muçulmanos é proibida durante as cinco orações diárias, mas em outros horários o turista pode conhecer o monumento e entender que ele tem esse nome devido as peças de cerâmica azul que cobrem o interior do prédio. É recomendável levar um lenço para entrar lá.

Outra atração é a Basílica de Santa Sofia, que, por quase um milênio, representou o triunfo do Cristianismo e do Império Bizantino. A igreja, construída no século 6, foi transformada em mesquita com a chegada dos otomanos que acrescentaram quatro minaretes muçulmanos à arquitetura e cobriram com cal mosaicos católicos. Em 1935, o prédio se tornou um museu e hoje recebe visitantes de diversos lugares no mundo.

Outro monumento de destaque na Capital é o Mausoléu de Atatürk. Construído em homenagem ao fundador e primeiro presidente do país, o lugar é uma espécie de museu que conta um pouco sobre a vida de Atatürk, reunindo ainda algumas de suas roupas, artigos de toucador, carros e cigarreiras, entre outras curiosidades.

Outro lugar da Turquia que não pode deixar de ser visitado é a Capadócia, um dos principais destinos turísticos do país que guarda grande parte da sua história. Com encostas terrosas e planícies que se assemelham à superfície lunar, a região fica a 700 km de Istambul e tem Goreme, Urgup, Nevsehir e Avanos como suas mais importantes cidades.

A natureza única e peculiar da Capadócia deve-se à ação combinada de atividade vulcânica, iniciada há mais de 10 milhões de anos e praticamente terminada há 2 milhões de anos, o que faz da região um local muito popular entre os adeptos das caminhadas que podem passear entre seus vales e conhecer um pouco mais de seu cenário incomum. A localidade também tem condições climáticas perfeitas para voar de balão, uma das atrações mais aprecidadas pelos turistas.

Além disso, a região é muito conhecida por suas cidades subterrâneas. Os arqueólogos dizem que existem aproximadamente 35 cidades debaixo da terra da Capadócia. A mais profunda é a cidade subterrânea  de Derikoyu, que possui 85 metros de profundidade e foi habitada por cerca de dez mil pessoas nos primeiros séculos depois de Cristo. Outra atração é a Yilanli Kilise, conhecida como  Igreja da Serpente. Seu nome vem de uma de suas pinturas, datada do século XI, que tem a representação de São Jorge e São Teodoro  matando uma serpente gigantesca. Suas paredes têm linhas que dão a ilusão de que são pedras talhadas.

Para quem procura um ambiente mais aconchegante, Pamukkale é o lugar certo. A região abriga nascentes de água mineral quente que durante séculos formaram lagos e cascatas deslumbrantes. Seu nome significa “castelo de algodão” e faz jus ao seu aspecto com formações fascinantes de pedra calcária. A temperatura da água oscila entre 35°C e 50°C, ideal para relaxar. O local também é bastante visitado devido a crença nos poderes curativos e terapêuticos das suas fontes de água quente.

Já para aquele que gostam de conhecer sítios arqueológicos, o Éfeso é uma das melhores opções. Fundada por volta do ano 1000 a.C., a cidade encontra-se em perfeito estado de conservação. Sua principal atração é a Biblioteca Celsius, concluída m 135 d.C. O prédio impressiona pela monstruosa fachada em mármore, que chegou a guardar 12 mil rolos de papiros, além de possuir com dez metros de altura.

A cidade também abriga as ruínas do Templo de Artemisa, construído no século VI a.C.  e que já foi considerado uma das sete maravilhas do Mundo Antigo.

Faça suas malas e conheça um dos países d população muçulmana mais ocidentalizado do mundo. Não pera mais tempo para desvendar os mistérios espetaculares da Turquia!