O Bacalhau é um peixe de sabor inconfundível e foi inserido em nossa cultura gastronômica graças aos portugueses. Pescado no Atlântico Norte, possui uma coloração palha e uniforme quando salgado e seco; e quando cozido, desfaz-se em lascas claras e tenras, de sabor inconfundível.

No Brasil, chegou em 1808, trazido pela Família Real, e, a partir daí, conquistou inúmeros fãs. No início era um produto relativamente barato e fazia parte até da dieta da população de menor poder aquisitivo. Pratos à base de bacalhau eram consumidos nas sextas-feiras, nos dias santos e nas festas familiares. Mas com a Segunda Guerra Mundial veio a escassez de comida na Europa, e seu preço às alturas, restringindo o consumo popular.

A religião foi principal motivo que transformou o bacalhau numa tradição. Durante a Idade Média, a Igreja Católica obrigava os fiéis a jejuarem e a excluírem de suas dietas carnes consideradas quentes. Com o número de dias de abstinência era grande e não ficava restrito somente à Quaresma, o consumo do bacalhau, considerado uma carne fria, era incentivado.

Confira uma receita deliciosa de Bolinho de Bacalhau, do restaurante Claudius Grill:

Ingredientes
250g de bacalhau dessalgado
200g de batatas
1/2 cebola batida
1 colher (sopa) de salsa picada
1 cálice de vinho do porto
3 a 4 ovos
Sal a gosto
Pimenta-do-reino a gosto
Noz moscada a gosto

Modo de preparo
Cozinhe as batatas com casca. Em seguida, descasque e amasse (ou passe em um espremedor) até obter a consistência de purê. Reserve. Cozinhe e desfie o bacalhau. Coloque em uma tigela e acrescente o purê de batata, a cebola, a salsa e o vinho do porto. Tempere com sal, pimenta e noz-moscada. Incorpore os ovos inteiros à mistura até dar liga e consistência. Molde os bolinhos com duas colheres de sopa, pressionando as partes côncavas das colheres, uma contra contra a outra, e frite em óleo quente e abundante.
Dica: coloque um pouco de azeite no óleo para acentuar o sabor.